Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco
 
Clique aqui para voltar à página inicial do SOS Auto
..

Os esclarecimentos abaixo são referentes à Bomba de combustível

 
S.O.S. publicado em: 14/04/2010
Enviado por: Antonio Neto (Poços de Caldas, MG)
Características do carro: Monza SL/E 1.8 EFI, 1994, gasolina

Dúvida: o fusível da bomba de combustível está queimando constantemente, sendo que já foi analisado o "chicote" e a respectiva bomba substituída.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Antonio, um sintoma como esse, além dos itens já verificados, o interruptor de pressão de óleo do motor deve ser avaliado e trocado, caso necessário. Analisando o esquema elétrico da injeção eletrônica Rochester Multec 700, utilizada no Monza, Kadett e Kadett Ipanema, existe uma tensão que passa pelo interruptor de pressão de óleo do motor e segue até a bomba de combustível. Caso o interruptor (cebolinha de óleo) esteja em curto, poderá causar o sintoma descrito. O relê da bomba de combustível também deve ser analisado.

S.O.S. publicado em: 24/06/2008
Enviado por: Joaquim da Rocha (Brasília, DF)
Características do carro: Monza GL 2.0 EFI, 1994, gasolina

Dúvida: não está chegando corrente na bomba de gasolina do meu Monza, sendo que já verifiquei o aterramento da bomba. As vezes o carro pega, mas nem sempre. Poderia ser o relê defeituoso e qual a localização do mesmo?

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Joaquim, a bomba de combustível do Monza EFI funciona por alguns segundos ao ligar o contato de ignição e pára em seguida. Depois, volta a operar quando o motor começa a funcionar. Se na sua avaliação do sintoma foi constatado que a alimentação elétrica não chega à bomba de combustível, pode ser um problema com o relê da bomba ou mal contato no chicote ou caixa de fusíveis. O relê do Monza EFI de 91 a 96 tem o código original em seu corpo 52288733 e fica alojado na caixa de fusíveis pelo lado da frente, sendo o primeiro do lado direito. O fusível da bomba de combustível é o da posição "K 7.

S.O.S. publicado em: 05/06/2008
Enviado por: Ricardo Miozzo (São Paulo, SP)
Características do carro: Monza SL 1.8 EFI, 1992, gasolina

Dúvida: a bomba de combustível não desliga quando volto o chave no contato. Sendo assim tenho que desligar a bateria para não descarregá-la por completo.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Ricardo, pela descrição do sintoma, o problema pode estar: no relé da bomba de combustível; ou no interruptor de pressão de óleo do motor (cebolinha de óleo); ou no módulo de injeção eletrônica; ou ligação errada na parte elétrica.

S.O.S. publicado em: 12/02/2008
Enviado por: Isaque Tavares (Presidente Getulio, SC)
Características do carro: Monza GL 2.0 EFI, 1994, gasolina

Dúvida: as vezes o carro não pega, sendo que reparei que a bomba não é acionada. Mas basta esperar um pouco que o motor volte a funcionar.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Isaque, pelo sintoma apresentado é provável que o defeito esteja mesmo na bomba de combustível. Para testar, no momento que ocorrer o sintoma, será preciso verificar se chega tensão na bomba. As vezes, quando ocorre o sintoma, basta dar pequenas batidas na bomba de combustível que ela voltará a funciona, ou seja, sendo indício de defeito na peça. Se não chegar tensão na bomba, as causas poderão ser relê da mesma, fusível, chicote, aterramento...

S.O.S. publicado em: 06/02/2008
Enviado por: Joniel Pereira (Presidente Getulio, SC)
Características do carro: Monza Classic SE 2.0 EFI, 1993, gasolina

Dúvida: na hipótese da pressão da bomba de combústivel for maior (2,2 bar) que o normal (2,0 bar), altera-se o consumo do veículo?

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Joniel, a pressão da linha de combustível do Monza EFI é de 1,9 a 2,1 bar, sendo 2,0 bar o ponto ideal. Na teoria, essa diferença não deve afetar em nada o consumo e desempenho do carro, a não ser que a vedação do bico injetor não esteja boa, deixando passar combustível. Pressão acima do normal é sinal de obstrução na linha ou alteração no ajuste do regulador de pressão.

S.O.S. publicado em: 28/01/2008
Enviado por: Fernando Gomes (Ibirité, MG)
Características do carro: Monza Classic SE 2.0 MPFI, 1992, gasolina

Dúvida: de uma hora para outra o carro morre e não pega mais, independentemente da temperatura que esteja. Já verifiquei bobina, distribuidor, bateria, cabos, velas e, também, a pressão da bomba de combustivel _quando da verificação o Monza funcionava normalmente.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Fernando, o ideal será que os teste sejam realizados no momento em que ocorrer os sintomas. Somente dessa maneira será possível ter certeza de onde está o problema ao fazer a avaliação do seu carro. Contudo, existem alguns procedimentos a serem analisados. Verifique se há faísca elétrica chegando nas velas (cuidado com choque elétrico); se não houver faísca, o defeito poderá estar relacionado ao distribuidor, bobina ou falta de alimentação elétrica. Verifique também se a bomba de combustível funciona. Quando a bomba do Monza está operando é possível ouvir um chiado ao lado da roda traseira direita. Caso a bomba não esteja funcionando, o defeito deverá ser dela própria ou falta de alimentação elétrica como, por exemplo, problemas no relê da respectiva bomba. No Monza MPFI esse relê localiza-se no compartimento do motor, do lado esquerdo, e estando com mal contato apresentar defeito intermitente. Devo lembrar que a bomba de combustível elétrica do Monza funciona apenas por alguns segundos ao ligar o contato da partida, parando em seguida até o sistema estar pressurizado. Depois, ao dar partida no motor, voltando a funcionar.

S.O.S. publicado em: 17/04/2007
Enviado por: Carlos Augusto (Brasília, DF)
Características do carro: Monza Club 2.0 EFI, 1994, álcool

Dúvida: o veículo falha quando a temperatura chega próximo ao meio. Já foi substituido velas, distribuidor, cabos de velas e o TBI completo. Foi medido a pressão da bomba e em marcha lenta está com 2 Bar. Vale ressaltar que com o ponteiro do marcador de temperatura antes de chegar próximo de ligar a ventoinha o veiculo anda bem e não falha. A impressão que tenho é de falta de combustivel.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Carlos, para resolver este incoveniente, primeiro é preciso identificar se é problema elétrico ou alimentação de combustível. Além de medir a pressão da 
linha de combustível é necessário verificar a vazão e a estanquedade, monitorando no momento em que o sintoma aparece. Com scanner verifique o funcionamento de sensor por sensor e, mesmo se acusar "sistema OK", tenha uma atenção especial ao sensor de temperatura. Se necessário, coloque o veículo em movimento. Chicote com mal contato, falta de aterramento na carroceria e motor também provocam o sintomas.

S.O.S. publicado em: 14/06/2001
Enviado por: Aderbal Soares da Rocha (Montes Claros, MG)
Características do carro: Monza SL/E 2.0 EFI, 1993, gasolina

Dúvida: adquiri o veiculo há pouco tempo e, nos primeiros dias, o mesmo apresentou falha na injeção. Após verificação, foi constatado ser apenas mal contato no fusível. Posteriormente, começou a oscilar a marcha lenta e embolar, não respondendo à acelaração. Novamente na oficina, trocou-se velas, filtro de ar, limpeza do bico injetor e filtro de gasolina, normalizando o problema. No dia seguinte, o problema retornou.

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: Aderbal, de acordo com a descrição do problema, tenho a impressão de que o mesmo está relacionado com o aterramento da bomba de combustível. Tenho visto isto acontecer com muita frequência, inclusive aconselho a todos os proprietários de Monza e Kadett EFI a darem uma olhada neste fio, que se localiza no interior do porta-malas, logo abaixo da tranca. Remova o carpete que cobre a barra traseira e lá você encontrará um fio marrom parafusado à carroceria. É muito comum que, com a trepidação, ele se afrouxe e, consequentemente, provocando mal contato ou até mesmo a parada da bomba de combustível. Este fio é fixado por um parafuso de rosca soberbo. Aconselho-o a efetuar a limpeza do contato e fixar com parafuso e porca para evitar o inconveniente.

 
Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco

Monza Clube do Brasil - Todos os direitos reservados